Caça Vazamento em Curitiba

Caça Vazamento em Curitiba (41) 99853-9500

A melhor solução para evitar quebrar a parede ou o piso de sua casa de forma desnecessária é chamara empresa Caça Vazamento em Curitiba 

Caça Vazamentos em Curitiba
Caça Vazamentos em Curitiba

 , para poder detectar exatamente o local do vazamento, a tubulação quebrada ou o ponto de entupimento que está causando o problema.

 

Possuímos as ferramentas e equipamentos corretos, desenvolvidos para detectar vazamentos de água de forma extremamente precisa e assim, não tendo que quebrar a parede ou o piso sem necessidade.

PRECISANDO DE UM ESPECILISTA EM VAZAMENTOS? Entre em contato conosco! Orçamento sem compromisso.

 

SERVIÇOS DE CAÇA VAZAMENTOS EM CURITIBA

 

Caça Vazamento em Curitiba : Oferecemos Serviço de Caça Vazamento. Localizção Eletrônica de vazamentos em tubulações, canos e piscinas. Reparo das tubulações com vazamento de água, esgoto ou gás com exatidão do local com problema, reduzindo a necessidade de quebrar paredes e pisos.

 

Caça Vazamentos em Curitiba
Caça Vazamentos em Curitiba

Nossa empresa de Caça Vazamentos em Curitiba  – SP possui atendimento 24 horas, pagamento facilitado e realizamos orçamento sem compromisso.

Detectamos vazamento visíveis e ocultos através de Geofone eletrônico e sonda endoscópica por imagem, o que permite Detectar o Vazamento em canos alimentados pela rede de alimentação após o cavalete da rua, infiltrações, bem como, Vazamentos em cisternas e caixas d’água de residências, edifícios, industrias. .

CAÇA VAZAMENTO EM CURITIBA  PODE ECONOMIZAR ÁGUA DETECTANDO VAZAMENTOS INVISÍVEIS?

A pesar da palavra vazamento trás à mente canos estourados e água por toda casa, muitas vezes ele só é descoberto com um aumento inesperado na conta de água e por um profissional de caça vazamento em Curitiba . Esse tipo de perda ocorre em tubulações que estão aterradas ou dentro de paredes. Mas, antes de começar o “quebra-quebra” para encontrar o local exato do problema, a empresa caça vazamentos podem ser contratadas porque possuem equipamentos específicos para constatar a perda em locais “invisíveis”.

PEQUENOS VAZAMENTOS REPRESENTAM OS VERDADEIROS VILÕES

Após a execução dos serviços de Caça Vazamentos Curitiba emite o laudo técnico e a garantia por escrito dos trabalhos prestados.

A empresa de caça vazamento em Curitiba , esta preparada para lhe atender todos os dias da semana, sábados, domingos e feriados.

O serviço de Caça Vazamento começa com a vistoria técnica do local, apos a avaliação o técnico informa o procedimento do serviço a ser realizado. Procedimento do serviço:

Caso sim o técnico saberá que poderá existir danos na rede, o aparelho de gelfone identificara o local do vazamento.

Curitiba tem técnico treinado e capacitado para realizar seu serviço com garantia e qualidade. O técnico da Osascenter fornece o termo de prestação de serviço, laudo técnico para o cliente.

 

REUNIMOS AQUI ALGUMAS DICAS SIMPLES SOBRE CAÇA VAZAMENTO EM CURITIBA

Muitas vezes um vazamento é causado por uma infiltração acidental de esgoto dentro da tubulação de águas pluviais.

Através do serviço de Caça Vazamento em Curitiba  é possível comprovar se há ou não ligação direta entre as duas tubulações.

Como os dois tubos passam um ao lado do outros com poucos centímetros de distância, parte do fluxo do esgoto escapa pelos furos provocados pelas raízes e consegue penetrar dentro da tubulação de águas pluviais que também está com várias perfurações por raízes no caminho.

Outro fator importante é seguir os procedimentos, desde a simples medição de pressão a localização exata das tubulações a serem ensaiadas, sendo esta atividade, muitas vezes mais trabalhosa que o simples geofonamento.

 

Caça Vazamentos em Curitiba
Caça Vazamentos em Curitiba

Curitiba é uma empresa especializada em Detectar Vazamentos em Curitiba  e cidadea próximas. Temos aparelhos modernos para localizar o vazamento evitando quebra em local errado, comprometendo a estrutura do imóvel.

CAÇA VAZAMENTO EM CURITIBA  COM MELHOR PREÇO

Localizamos o Vazamento em Residências, Apartamentos, Condomínios, Empresas e Indústrias de Curitiba  também através de pressurização na tubulação, e assim podemos detectar o local correto onde quebrar para realizar o reparo. Quebramos exatamente onde o vazamento é localizado.

Nossa empresa de Caça Vazamento em Curitiba  está no mercado há 20 anos atendendo, Residenciais, Comerciais e Empresas. Nossa equipe de caça vazamento, são profissionais treinados e capacitados para localizar quaisquer vazamento, com equipamentos em serviços de hidráulica, no caça vazamento utilizamos equipamentos de alta tecnologia que apontam o vazamento com margem de erro de até 1m², trazendo economia e bem estar ao cliente. Caça Vazamento em Curitiba , realiza os serviços nos ramais: água limpa, torneiras, vaso sanitário, chuveiro, água quente e fria, tubulações de pvc, ferro e cobre.

 

Caça Vazamentos em Curitiba
Caça Vazamentos em Curitiba

O desperdício de água por vazamento não visíveis é enorme, um pequeno vazamento em uma rede de tubulações pode acarretar em grandes perdas e sérios danos ao meio ambiente até que seja detectado e sanado. A complexidade técnica é o maior problema na hora de detectar e localizar os vazamentossomente com profissionais altamente qualificados e equipamentos específicos para localizar o vazamento é possível oferecer um serviço com garantia. Por isso é necessário ter cuidado na escolha da empresa que irá executar os serviços de detecção de vazamentospois um laudo errado pode causar danos bem maiores na tubulação gerando gastos desnecessários ao cliente. Caça Vazamento em Curitiba  tem o propósito de prevenir vazamentos em tubulações.

 

Caça Vazamentos em Curitiba
Caça Vazamentos em Curitiba

O principal indicativo de que existe vazamento no encanamento da sua casa é o aumento repentino da conta, sem que você tenha consumido mais água. Certamente ninguém gosta de pagar pelo que não usa e sim o desperdício, correção de vazamentos é mais simples do que você imagina.

NÃO PERCA MAIS DINHEIRO POR CAUSA DE VAZAMENTOS

Nunca quebre paredes ou pisos sem a localização exata, pois é muito perigoso e pode causar-lhe danos físicos e financeiros.

Se não tiver certeza do local do vazamento, sempre chame uma empresa de caça vazamento, nunca um encanador sem o preparo de uma empresa especializada.

Se planeja consertar um vazamento no vaso sanitário sozinho, primeiro descubra quantos anos tem a casa. Você pode descobrir que consertar um vazamento causa um outro ou mais por causa de juntas, reparos e tubulações antigas.

Se você suspeita que o vazamento pode estar no aquecedor de água, chame um especialista. Não enfie uma chave de fenda lá dentro, você pode cruzar fios ou perfurar o tanque.

OFERECEMOS SERVIÇOS DE CAÇA VAZAMENTO COM ATENDIMENTO EM TODOS OS BAIRROS DE CURITIBA  E GRANDE SP.

Caça Vazamento em Curitiba  – Atendimento Imediato, Visita Grátis, Pagamento Facilitado.

 

Com mais de 25 anos de experiência no mercado, a Desentupidora Curitiba oferece os serviços de Desentupimento, Detecção e Reparo de Vazamentos, Limpa Fossa, limpeza de Caixa D’água serviços de Encanador em geral e Dedetização. Atendemos toda a região de Curitiba , Barueri, Alphaville, Santana de Parnaíba, São Paulo e Região Metropolitada.

 

DESENTUPIMENTO

DEDETIZAÇÃO

 

HISTORIA DE CURITIBA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para o clube de futebol, veja Coritiba Foot Ball Club. Para outros significados, veja Coritiba (desambiguação).
Curitiba
  Município do Brasil
Do topo para baixo e da esquerda para direita: fotografia aérea da cidade; estufa do Jardim Botânico à noite; Rua 24 HorasPalácio Avenida na Rua das FloresMuseu Oscar NiemeyerPaço da Liberdade à noite; vista panorâmica da cidade.
Símbolos
Bandeira de Curitiba
Bandeira
Brasão de armas de Curitiba
Brasão de armas
Hino
Gentílicocuritibano[1]
Localização
Localização de Curitiba no Paraná

Localização de Curitiba no Paraná

Curitiba está localizado em: Brasil

Curitiba

Localização de Curitiba no Brasil

Mapa de Curitiba

Coordenadas25° 25′ 47″ S 49° 16′ 19″ O
PaísBrasil
Unidade federativaParaná
Região metropolitanaCuritiba
Municípios limítrofesAlmirante TamandaréColomboPinhaisSão José dos PinhaisFazenda Rio GrandeAraucáriaCampo Largo e Campo Magro
Distância até a capital1 386 km[2]
História
Fundaçãomeados de 1661[3][4]
Emancipação29 de março de 1693 (329 anos)
Administração
Prefeito(a)Rafael Greca (PSD, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1]435,036 km²
 • Área urbana (IBGE/2019) [7]336,5066 km²
População total (estatísticas IBGE/2021) [1]1 963 726 hab.
 • PosiçãoBR: 8º
Densidade4 513,9 hab./km²
Climatemperado oceânico (Cfb)[5]
Altitude [8]934 m
Fuso horárioHora de Brasília (UTC−3)
CEP80000-001 a 82999-999[6]
Indicadores
IDH (PNUD/2010) [9]0,823 — muito alto
 • PosiçãoBR: 10ºPR: 1º
Gini (IBGE/2010) [10]0.565
PIB (IBGE/2020) [11]R$ 88 308 728,40 mil
 • PosiçãoBR: 6.º
PIB per capita (IBGE/2020[11])R$ 45 318,46
Sítiowww.curitiba.pr.gov.br (Prefeitura)
www.cmc.pr.gov.br (Câmara)

Curitiba é um município brasileirocapital do estado do Paraná, localizado a 934 metros de altitude no Primeiro Planalto Paranaense,[8] a mais de 110 quilômetros do Oceano Atlântico,[12] distante 1 386 km a sul de Brasília, capital federal. Com 1 963 726 habitantes,[1] é o município mais populoso do Paraná e da região Sul, além de ser o 8.º do país, segundo estimativa populacional calculada pelo IBGE para 2021. Fundado em 1693, a partir de um pequeno povoado bandeirante, Curitiba tornou-se uma importante parada comercial com a abertura da estrada tropeira entre Sorocaba e Viamão,[13] vindo, em 1853, a ser a capital da recém-emancipada Província do Paraná. Desde então, a cidade, conhecida pelas suas ruas largas,[14] manteve um ritmo de crescimento urbano fortalecido pela chegada de diversos imigrantes europeus ao longo do século XIX, na maioria, alemãespolonesesucranianos e italianos,[15] que contribuíram para a atual diversidade cultural.

Curitiba experimentou diversos planos urbanísticos[16] e legislações que visavam controlar seu crescimento, que a levaram a ficar famosa internacionalmente pelas suas inovações urbanísticas e cuidado com o meio ambiente.[16][17] A maior delas foi no transporte público,[18][19][20] cujo sistema inspirou o TransMilenio, implantado em Bogotá, na Colômbia.

Também conta com elevada posição nos indicadores de educação, a menor taxa de analfabetismo e a melhor qualidade no ensino básico entre as capitais.[21][22] O Índice Mastercard de Mercados Emergentes 2008, criado com a intenção de avaliar e comparar o desempenho das cidades em diferentes funções que interligam os negócios e o comércio no mundo inteiro, posicionou-a como a 49.ª com maior influência global.[23] Curitiba foi classificada pelo Índice Verde de Cidades de 2015, realizado pela Siemens com a Economist Intelligence Unit, como a mais ambientalmente sustentável da América Latina.[24] Também foi considerada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) uma das “cidades criativas” do Brasil em 2014, ao lado de Florianópolis.[25]

Em 2009, em pesquisa publicada pela revista Forbes, Curitiba foi citada como a terceira cidade mais sagaz do mundo, que considera esperta a urbe que se preocupa, de forma conjunta, em ser ecologicamente sustentável, com qualidade de vida, boa infraestrutura e dinamismo econômico.[26] Curitiba recebeu a classificação de cidade global gama- por parte do Globalization and World Cities Study Group & Network (GaWC).[27] Entretanto, alguns problemas socioeconômicos persistem, em 2016 a capital paranaense foi classificada no 44.º lugar entre as 50 cidades com as maiores taxas de homicídio do mundo.[28]

Topônimo

Ver artigo principal: Etimologia de Curitiba

etimologia do topônimo “Curitiba” é complicada e sofre mudanças segundo vários autores. Conforme Antenor Nascentes, é vocábulo de procedência língua tupi “Ku’ri”, que significa “pinheiro” + “tuba”, um sufixo coletivo que tem como significado “pinho, pinhal”. Ex-“Curituba”, na grafia oficial com “o” na primeira sílaba, permanecendo a ortografia “Corituba”, que ocorre como “curé”, significando “pinhão” + “tyba”, que significa “muito” ou “coré” + “tyba”, cujo significado ao todo é “pinheirame”. Os dicionários de Antônio Gonçalves Dias, Orlando Bordoni, Luís Caldas TibiriçáSilveira Bueno e Teodoro Sampaio mostram uma versão praticamente igual, com algumas modificações: “curi-tyba” que significa “muitos pinheiros, pinheiral”.[3]

pesquisador Mário Arnaud Sampaio ensina que a palavra procede da língua guarani pura, “Kuri’yty”, corruptela de “Kuri’yndy” significando “pinheiral”. O presidente do estado do ParanáAfonso Alves de Camargo estabeleceu oficialmente a atual ortografia, Curitiba, por intermédio de Decreto-Lei, promulgado em 1919, pois, até então o topônimo da cidade era grafado de ambas as formas: “Curityba” e “Corityba”, étimos diferenciados.[3] A denominação dos habitantes naturais do município é curitibanostopônimo de uma cidade homônima localizada no estado vizinho de Santa Catarina, fundada por moradores de Curitiba.[29]

Curitiba reúne determinados apelidos no decorrer de seu passado, sendo um dos mais famosos o de Cidade Sorriso. Conforme o que se diz, essa alcunha surgiu num documento ufanista como tentativa de reversão da famosa antipatia sofrida pelo povo da cidade.[30] Outro título dado ao município foi o de Capital Ecológica, em função das políticas dirigidas para a sustentabilidade.[30]

História

Período colonial

Os primórdios do atual município de Curitiba remontam ao século XVII, quando o caminho de Queretiba foi percorrido pelos bandeirantes, que chegavam à procura de ouro fora da Serra do Mar, por intermédio de Paranaguá.[31][32] Eleodoro Ébanos Pereira chefiou a primeira expedição oficial que coordenou os serviços de extração de minas de ouro nos Distritos do Sul (inclusive Curitiba). Os primeiros nomes que surgem na história de Curitiba, após Ébano Pereira, são os de Baltasar Carrasco dos Reis e Mateus Martins Leme. Entretanto, conforme o historiador Romário Martins:[3][4]

…não foi esse o primeiro grupo povoador do planalto curitibano. Antes dele houve os que fundaram arraiais de mineradores quase estáveis na região aurífera atravessada pelos caminhos de Açungui e do Arraial Queimado (Bocaiuva do Sul), a seguir Borda do Campo (Atuba) e Arraial Grande (São José dos Pinhais).[4]
— Romário Martins.

Centro Cultural Vilinha e escultura do Cacique Tindiquera, que teria demarcado o marco zero de Curitiba, no vizinho município de Pinhais.

Após superar as peripécias de cruzar a serra, os portugueses se estabeleciam na povoação chamada Vilinha, em conformidade com registros deixados por historiadores.[31][32] Em 1668, um pelourinho foi erguido por Gabriel de Lara, chamado o povoador, no povoado de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais. Um grupo integrado por dezessete povoadores assistiu ao erguimento do pelourinho. Este foi o marco inicial da história de Curitiba.[33] No entanto, Gabriel de Lara não é descrito como o criador da vila da Curitiba, sendo que o episódio é atribuído a Eleodoro Ébano Pereira por determinados historiógrafos.[3][4]

Posteriormente, sem achar o ouro que queriam, andaram para frente e se fixaram onde atualmente se encontram a praça Tiradentes e o Centro Histórico de Curitiba.[31][32] A Vilinha, povoação à beira dos rios Atuba e Bacacheri, e nas comunidades indígenas se localizavam as origens dos atuais bairros do Bairro Alto e do Atuba.[31][32] Existe uma lenda sobre a fundação de Curitiba, narrada por vários historiadores, com a qual estão relacionados os grupos de primeiros colonizadores, constituídos pelas famílias Seixas, Soares e Andrade.[3][4]

Esses bandeirantes, em tempo incerto, convidaram o cacique dos Campos de Tindiquera, às margens do rio Iguaçu, para indicar o lugar mais adequado para instalar definitivamente a povoação.[4] O cacique, na frente de um grupo de habitantes, levou na mão uma enorme vara. Depois de suas longas andanças, palmilhando enorme superfície de campos, fixou essa vara no solo e falou: “Aqui”, e neste local construiu-se uma pequena capela, erguida de pau-a-pique, no mesmo lugar onde hoje se acha a igreja matriz de Curitiba, sendo sucedida por outra, de pedra e barro, a qual atendeu a comunidade entre 1714 e 1866, quando foi construída a Catedral Metropolitana.[3][4]

Em 29 de março de 1693, o povoado de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais de Curitiba foi promovida à condição de Vila.[4][34] Naquela época, em harmonia com Romário Martins, além de Mateus Martins Leme e Carrasco dos Reis, moradores do Barigui, na época povoavam a vila:[4]

…o capitão Antonio Rodrigues Seixas, escrivão da vila em 1693, em Campo Magro; Manuel Soares e Aleixo Mendes Cabral, no Passaúna, João Rodrigues Cid, no Cajuru, Antônio Rodrigues Cid em Uberaba, etc.
— Romário Martins.

Não há exatamente uma data precisa da criação do núcleo Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, depois Curitiba. No entanto, se considerarmos os relatos do Dr. Rafael Pires Pardinho, ouvidor-geral da vila, em 1721, é aceito o ano de 1661 como oficial.[3][4]

Além do extrativismo mineral, apareceram a pecuária nos campos e a agricultura de subsistência (para a subsistência dos próprios agricultores) nas áreas florestais. Curitiba se encontrava no ponto de contato de mineradores com pecuaristas. Apesar de tudo isso, a mineração não progrediu por largo tempo e os mineradores se dirigiram para Minas Gerais durante o final do século XVII. No século XVIII, a pecuária e o comércio bovino favoreceram o estabelecimento dos povoadores e o progresso da região. A vila se encontrava no caminho do gado, construído em 1730, do Rio Grande do Sul até Minas Gerais, para comercializar bovinos e muares. Com a abertura de uma nova estrada, a qual não atravessava mais seus campos, a vila, durante certa época, permaneceu isolada.[13][35][36]

Período imperial

Panorama de Curitiba, em gravura de Jean-Baptiste Debret, 1827.

Curitiba foi elevada à categoria de sede de comarca por intermédio de alvará Imperial, de 19 de dezembro de 1812, e promovida à condição de cidade pela lei da província de São Paulo n.º 5 de 5 de fevereiro de 1842. Pela Lei Imperial n.º 704, de 29 de agosto de 1853, Curitiba foi designada capital da recém-estabelecida província do Paraná, desmembrada da de São Paulo.[4] Pelo empenho e esforço na emancipação política do Paraná, várias pessoas haviam deixado seu nome nos anais da história. Em 1853, a Câmara Municipal, que operava perto do pátio da matriz, possuindo a seguinte formação: Benedito Enéas de Paula, Fidélis da Silva Carrão, Manuel José da Silva Bittencourt, Floriano Berlintes de Castro, Francisco de Paula Guimarães, Inácio José de Morais, Francisco Borges de Macedo, Antônio Ricardo Lustosa de Andrade, tendo na presidência o coronel Manuel Antonio Ferreira.[3][4]

Em 1820, já denominada na época de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais de Curitiba, dispunha de 220 casas. No entanto, o começo da extração e da comercialização da erva-mate e a madeira impulsionou novamente seu crescimento. Vinte e dois anos depois já contava com 5 819 habitantes. Em 1854 já era a capital da recém-criada província do Paraná.[13][35] Em 1820, Curitiba também foi visitada pelo naturalista francês Auguste de Saint-Hilaire, que ficou encantado com a cidade, e certas partes de seus apontamentos afirmam o seguinte:[3][4]

Mapa de Curitiba em 1894

Vista geral de Curitiba em 1900, com dados de progressão populacional: 1780 (2 949 hab.), 1857 (10 000 hab.), 1858 (11 313 hab.), 1872 (11 730 hab.), 1890 (24 553 hab.), 1900 (50 124 hab.)

Antiga Estação Ferroviária de Curitiba, atual Museu Ferroviário de Curitiba.

Praça Tiradentes, anos 1950. Arquivo Nacional.

…As ruas são largas e quase regulares… a praça pública é quadrada, muito grande e coberta de grama… as igrejas são em número de três, todas construídas de pedra… em nenhuma outra parte do Brasil eu havia visto tantos homens verdadeiramente brancos, como no distrito de Curitiba… pronunciam o português sem a alteração que revela a mistura da raça caucásica com a vermelha… são grandes e bonitos, tem os cabelos castanhos e tez rosada, maneiras agradáveis… as mulheres têm traços mais delicados do que as das outras partes do Império por onde viajei. Elas se escondem menos e conversam com desenvoltura.

Esta descrição reflete o caráter do povo curitibano de 1820, que originou a Curitiba do fim do século XX. Da Curitiba do Ligeirinho, da Ópera de Arame, da Rua das Flores e da Rua 24 Horas.[3][4]

Na época, a colonização, por intermédio da imigração europeia, especialmente italiana e polonesa, foi estimulada pelo governo da província. Foram criados, desde 1867, 35 núcleos coloniais nas terras de floresta ombrófila mista na periferia dos campos de Curitiba. A cidade experimentou um novo surto progressista. Progrediu a agricultura e começou a industrialização.[13][35][36]

Desde o movimento imigratório, iniciado no Paraná, que então pertencia à Província de São Paulo, em 1829, Curitiba acolheu, por vários lados, multidões de famílias, em muitas épocas e das mais diversas origens como alemãesitalianospoloneses e ucranianos, sendo também objeto de migração voluntária de povos como paulistasgaúchoscatarinensesmineiros e fluminenses. Tudo isso exerceu influência na composição social, infraestrutural, artística e econômica, ao longo do tempo.[4]

Em 2 de fevereiro de 1885 inaugurou-se a Estrada de Ferro Curitiba Paranaguá, impulsionando o desenvolvimento de Curitiba, que passava, a partir desta data, a ter uma ligação rápida e moderna com o Porto de Paranaguá. Assim a ferrovia podia escoar mais eficientemente seu principal produto de exportação, a erva-mate.[37]

Período republicano

Em 1894, devido à Revolução Federalista, as tropas revolucionárias, lideradas por Gumercindo Saraiva, invadiram e dominaram Curitiba. Naquela época, a cúpula governamental inteira, chefiada pelo governador em exercício, Dr. Vicente Machado, deixou a capital paranaense, encontrando refúgio em Castro durante três meses, de 18 de janeiro a 18 de abril, somente voltando para Curitiba, depois do término do cerco.[38][3][4]

Um dos acontecimentos mais importantes da história de Curitiba ocorreu em 19 de dezembro de 1912, com a criação da Universidade Federal do Paraná, planejada e concretizada por Victor Ferreira do AmaralNilo Cairo e Pamphilo de Assumpção. Depois de implantada a república no Brasil, o primeiro prefeito de Curitiba foi Cândido Ferreira de Abreu (maio de 1893 a dezembro de 1894).[4] Em 1911, o município era constituído somente pelo distrito sede; já em 1929 o território municipal se subdividia em seis distritos de paz. Eram eles: Campo MagroNova PolôniaPortãoSão Casimiro do Taboão, Santa Felicidade e o distrito da Sede.[4] Segundo a Divisão Territorial de 1936, a comarca de Curitiba abrangia três termos: o da sede (PiraquaraRio Branco e Tamandaré), também o de Araucária e ainda o de Colombo, (Bocaiuva e Campina Grande). A Lei Estadual n.º 1452, de 14 de dezembro de 1953, determinou a nova divisão judiciária do município, com a criação de dez Distritos Judiciários, que eram: Sede, PortãoTaboãoBarreirinha, Boqueirão, CajuruCampo Comprido, Santa Felicidade, Umbará e Tatuquara.[3][4]

No século XX, depois da Segunda Guerra Mundial, a cidade progrediu, maiormente, em função do crescimento da cafeicultura, no norte do Paraná, e do estímulo da agricultura, mormente no oeste do estado.[13][35][36]

Curitiba foi capital da república entre os dias 24 e 27 de março de 1969, na época em que vigorava a ditadura militar, por questão propagandí­stica, visto que a cidade era uma das capitais brasileiras que não fizeram oposição ao regime.[39] Desde 1972, Curitiba está elaborando um plano de humanização, começado pelo então prefeito Jaime Lerner. Dessa forma, não somente estão mudando as características de seu centro, como também o comportamento da população em aperfeiçoar sua qualidade de vida. Em 1989, Lerner, que se elegeu em 1988, foi novamente empossado na prefeitura de Curitiba.[13][35][36]

Geografia

Curitiba está localizada na região Sul do Brasil, no leste do estado do Paraná, sobre a unidade geomorfológica denominada Primeiro Planalto Paranaense, especificamente na sua parte menos ondulada. É a capital da sexta unidade federativa mais populosa do Brasil.[40] A área do município, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é de 435,036 km²,[1] sendo que 412,004 km² constituem a zona urbana (2015).[41] Situa-se a 25° 25′ 40″ de latitude sul e 49° 16′ 23″ de longitude oeste e está a uma distância de 1 386 km a S da capital federal.[42] Tem uma extensão norte-sul de 35 km e leste-oeste de 20 km[43] e seus municípios limítrofes são: Almirante Tamandaré e Colombo (N); Pinhais e São José dos Pinhais (L); Fazenda Rio Grande (S); e Campo MagroCampo Largo e Araucária (O).[44]

De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE, o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Curitiba.[45] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião de Curitiba, que por sua vez estava incluída na mesorregião Metropolitana de Curitiba.[46]

Relevo

Cadeia de montanhas da Serra do Mar vista do Centro de Curitiba.

O município tem uma altitude média do município é de 934,6 m acima do nível do mar, sendo que a altitude máxima se encontra ao norte, equivalendo à cota de 1 021 m, no bairro Lamenha Pequena, concedendo-lhe uma aparência topográfica razoavelmente montanhosa constituída por declividades mais destacadas, por estarem próximas à Serra de Açungui. O ponto mais baixo se localiza no bairro do Caximba, às margens do rio Iguaçu, com altitude de 865 m.[44][47][48] Uma abundância de terrenos em forma de escada são organizados em compartimentos altimétricos, classificando Curitiba com uma topografia ondulada, de morros levemente redondos, concedendo-lhe uma aparência relativamente média.[47]

Em torno da cidade estão os sedimentos da formação Guabirotuba, os quais surgiram no Quaternário Antigo ou Pleistoceno, os quais ocuparam uma desativada e enorme depressão, constituindo a bacia de Curitiba. O município está situado no Primeiro Planalto Paranaense, que Reinhard Maack descreveu (1981) como “uma zona de eversão da Serra do Mar até a Escarpa Devoniana”, apresentando um plano de erosão recente sobre um desativado tronco de dobras. Separando Curitiba do litoral paranaense está presente a Serra do Mar, que pode ser vista da cidade em dias claros.[47]

Hidrografia

Desentupidora 24 Horas

A Desentupidora em Curitiba é especialista em desentupimento. Hoje mantém a frota mais moderna do estado do Paraná com variados equipamentos para solucionar os diversos casos de entupimento. Nossos técnico em serviços de desentupimento, são capazes de desobstruir todo tipo de tubulação, redes de esgotos, ralos, pias, vasos sanitários,colunas, galerias, calhas e outros.Contamos com os profissionais mais experientes do mercado e assim atingimos a posição de melhor Desentupidora da região de Curitiba.A Universo Ambiental realiza trabalhos de Desentupimento em Curitiba. Oferecemos uma visita gratuita com atendimento imediato e um orçamento sem compromisso. O Desentupimento é realizado em Curitiba e toda a região. Na região de Curitiba os problemas de entupimento acontecem com muita freqüência, e na maioria das vezes, empresas sem qualificações acabam prestando um serviço de má qualidade e colocando o patrimônio do cliente em risco. A empresa Universo Ambiental, tem uma vasta experiência no mercado de Desentupimento em Curitiba. Sabemos que se quebrarmos algo como: pisos, azulejos e outras coisas do tipo, nunca mais ficara como antes, nossas equipes realiza desentupimento sem quebra pisos e azulejos. Para a solução de entupimentos em residências, edifícios, condomínios, indústrias, comércio, escolas, clínicas e demais setores de atividades, o melhor é chamar a Desentupidora em Curitiba, que sempre tem uma equipe pronta para atender e garantir a maior segurança na realização de reparos de esgoto, cano, ralo, pia, tanque, vaso sanitário, etc.A Desentupidora em Curitiba além das máquinas com cabos flexíveis e ponteira para cada tipo de serviços, as equipes da Universo Ambiental, utilizam equipamentos de hidrojateamento capazes de triturar com jato de alta pressão os mais resistentes resíduos solidificados encontrados no interior de qualquer tipo de encanamento, removendo-os para fora até mesmo em grandes distâncias. A vantagem do hidrojateamento realizado pela Desentupidora em Curitiba é executar a completa limpeza das paredes em tubulações de esgoto e galerias, não deixando nenhum resíduo e preservando a integridade dos sistemas.Felizmente os moradores e estabelecimentos da região podem contar com a melhor Desentupidora em Curitiba para efetuar todo o tipo de serviço sem que nada seja tirado do lugar.Se você já se cansou de ter problemas com entupimento de ralos, pias, vasos sanitários e outros tipos de encanamento, chame a Desentupidora em Curitiba, que resolverá com rapidez e eficiência, garantindo o melhor serviço entre as Desentupidora em Curitiba. A Universo Ambiental é uma empresa de Desentupimento em Curitiba, esta preparada para lhe atender todos os dias da semana, sábados, domingos e feriados. A Universo Ambiental é uma empresa especializada nos serviços de saneamento técnico industrial e residencial na região de Curitiba. Iniciou suas atividades ha 12 anos atendendo uma demanda do deficiente sistema preservação ambiental.